DECISÕES EVOLUTIVAS – Guia Prático para te Ajudar a Decidir Melhor

“Ser ou não ser? eis a questão…”
William Shakespeare
DECISÕES EVOLUTIVAS

Nó sabemos o quanto é ruim tomar decisões erradas ou ficar estagnado na dúvida. Sensações desagradáveis vem à tona – arrependimento, culpa, tristeza entre outros.

Diante desta dificuldade, podemos, inclusive, optar por não decidir, adiando ao máximo a tomada de decisões importantes. Isso bloqueia o fluxo de prosperidade.

Para permanecer na zona de conforto uma das melhores coisas a se fazer é não decidir. Isso causa a falsa sensação de que está tudo bem, porém, no íntimo do nosso ser, sabemos que algo precisa ser feito.

Fórmula da Infelicidade pela Indecisão

Apenas por brincadeira, eu resolvi criar a fórmula da Infelicidade pela Indecisão. É claro que não desejo que você a siga. Mas se você se identificar com um ou mais itens, recomendo que saia desta posição assim que for possível.

  1. Adie ao máximo decisões importantes, se possível para bem longe.
  2. Mantenha em mente: quanto menos eu decidir, maiores serão as chances de eu NÃO errar, logo, poderei ficar mais tempo na minha ZONA DE CONFORTO;
  3. Nunca tome uma decisão que vai surpreender alguém. Faça somente o que os outros esperam que você faça.
  4. Acima de tudo, NÃO corra riscos. Repita as mesmas ações que você tem certeza que funcionam.

Conclusões até aqui:

  • saber tomar decisões importantes no momento certo é fundamental para a sua felicidade.
  • é comum deixarmos de tomar decisões importantes por medo de errar. Tornar isto um hábito é altamente perigoso para a sua saúde vibracional.
  • correr riscos conscientes é necessário para vivermos uma vida com propósito e contentamento interior.

COMO DECIDIR MELHOR

Não Existem Escolhas Erradas

O primeiro ponto para se ter em mente é o de que quando temos o propósito claro do autoconhecimento e autodesenvolvimento não existem decisões erradas. Neste caso, as decisões erradas servem de molas propulsoras à evolução pessoal.

Cada escolha que fazemos nos leva a um “lugar”. Após sair do ponto A e chegarmos no ponto B nós mesmos temos condições de avaliar, baseado em nosso sentimento de bem estar, se estamos no caminho certo ou não.

A questão não se torna mais, errar ou não errar. A questão importante é:

Estou conseguindo transformar meus erros em preciosos ensinamentos que expandem minha capacidade de dar e receber amor?

E assim vamos trilhando nossa jornada, passo a passo, um dia após o outro, neste eterno jogo de tentativa e erro, explorando a vida com o coração aberto e a mente serena.

Entenda o Ciclo de Decisões na Vida

  1. Decisões Erradas

    Tem abrangência limitada. São egoístas e surgem a partir de pensamentos ou sentimentos de baixa vibração. Permanecer no erro gera estagnação, sofrimento e escassez a curto médio e longo prazo. 

  2. Reconhecimento do Erro

    Errar é humano, certo? É verdade. Nós precisamos lidar confortavelmente com o erro para poder evoluir. O problema é justamente não reconhecer nossos próprios erros. Isso perpetua o ciclo do erro. Lembre-se: o erro  só funciona como instrumento de sabedoria e transformação quando é corretamente assimilado por nossa consciência. Se faz necessário a auto observação para discernir quais foram nossos erros e decidir fazer diferente na próxima oportunidade.

  3. Decisão Certa

    Gera prosperidade em todos os níveis. Beneficia a todos os seres. Trabalha a curto, médio e longo prazo.

Decisões

Mapa Mental – Ciclo de Decisões na Vida

Tenho medo do fracasso. E agora?

Siga em frente! O Fracasso é o caminho mais rápido para o sucesso. O maior fracasso que pode existir é fugir do fracasso. Por que fugimos do fracasso? Por que é no fracasso que a verdade vem à tona e percebemos o quanto de medo, angústias, tristeza, raiva e muitos outros sentimentos negativos ainda existem dentro de nós. Na realidade, não fugimos do fracasso, e sim do encontro com estes sentimentos.

Querido(a). A vida na Terra é uma escola para as almas em evolução. Você é uma alma tendo uma experiência em um corpo físico. Evolução é o propósito primordial da existência e superar sentimentos negativos é necessário a todo o ser humano.

O fracasso é um caminho passageiro e necessário para o futuro sucesso. O fracasso nunca será definitivo pois assim como o Sol nasce no horizonte todos os dias, novas oportunidades de sermos melhores surgem a cada respiração sua.

Insanidade é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. Albert Einstein

Não caia na Armadilha da Culpa

Ao olhar para nossos próprios erros cometidos existe uma tendência a nos sentirmos culpados pelo quão egoístas fomos em nosso passado. Aqui entra o “eu carrasco”, aquela parte de nós que julga e condena.

Se este sentimento vier até você uma boa maneira de proceder é a seguinte:

  1. Respire fundo 3x: isso ajudará a dissolver o padrão negativo.
  2. Repita mentalmente ou em voz alta a seguinte programação mental, até sentir que for suficiente:
    “Liberto-me agora do sentimento de culpa. Agradeço pela sabedoria e entendimento que meus erros do passado me ensinaram. EU SOU livre para criar um futuro leve e próspero.”

Responsabilidade é a Chave do Empoderamento

Você se sente responsável pelas suas decisões? Assuma que o que você é agora é apenas o acúmulo de incontáveis decisões que você fez no passado. Logo, se alguém tem o poder de mudar o rumo da sua vida, este alguém é você. Só você. 😉

A verdadeira grandeza de um ser humano não se na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como se mantém em tempos de controvérsia e desafio. Martin Luther King Jr.

Seu Coração Sabe o Melhor Caminho

Como saber o melhor caminho a seguir, diante de tantas possibilidades?

Indo bem direto ao ponto a dica é: Siga seu coração! Ele é o Mestre que sempre vai te guiar pelos caminhos da bem aventurança.

Coragem não significa ausência de medo e sim agir em uma direção pelo simples fato de sentir que é o que precisa ser feito no momento, mesmo havendo dúvidas ou inseguranças.

Coragem = Coração que Age.

Ofereça suas Ações ao Bem Maior

Sob a perspectiva espiritual – decisões corretas são aquelas que beneficiam a todos os seres. Isso significa que nunca mais vou poder tomar um cafezinho sem ter que pagar um cafezinho para todos os seres? Não…

É apenas uma intenção. Cuidar bem de si  já beneficiar a todos os seres. Apenas mantenha em foco a seguinte programação: “Que os benefícios que esta ação gerar na minha vida se estendam a todos os seres.” Simples assim.

 4 Exercícios Práticos para Decidir Bem 

Pois bem, sendo bem prático agora, eu preparei uma série de exercícios que você pode seguir um após ao outro para aprofundar-se em si mesmo e tirar o máximo de proveito deste artigo. Vamos lá? =)

1) Técnica para Saber que Decisões precisam ser Tomadas Agora

Para evitar a procrastinação decisiva – ato de “empurrar com a barriga” assuntos que precisam ser decididos agora, faça a seguinte prática:

  1. Acomode-se confortavelmente;
  2. Faça 3 respirações profundas;
  3. Peço a seu Eu Superior que revele a você Agora quais assuntos precisam ser decididos por você neste momento para que sua vida prospere em saúde e vitalidade.
  4. A resposta pode vir por intuição ou sinais no seu dia a dia. Fique atento(a)!
  5. Se quiser, anote o que vier em sua mente para revisar mais tarde.

2) Técnica para Receber Orientação Interior

Neste estágio você já sabe que área da sua vida esta precisando tomar uma decisão. Ex: Fico no meu emprego ou tento algo novo?

Para te ajudar a decidir algo tão importante e arriscado você pode pedir orientação interior.

Em um momento mais calmo do seu dia, retire-se das atividades rotineiras e faça um momento de conexão consigo mesmo. Faça 3 respirações profundas, uma oração da sua preferência (se quiser) e peça ao seu Eu Superior, do fundo do seu coração, que revele claramente a você o melhor caminho a seguir neste momento em tal questão (especifique).

A resposta pode vir no momento ou então através de sinais no seu dia a dia. Apenas fique alerta aos sinais que a vida te dá.

3) Dissolvendo o Medo de Correr Riscos

Ao chegar aqui você já terá clareza do que precisa ser feito. Mas adivinha? Medos paralisantes vieram à tona. É a autossabotagem – tão comum no processo do autodesenvolvimento.

Como sair desta situação? Veja duas ações eficientes neste caso.

A) Técnica do Pior Cenário

Questione a si mesmo: se eu seguir por este caminho, qual é o pior cenário que pode se desenvolver?

Ao colocar no papel nossos medos mais profundos, muitas vezes percebemos que muitos deles, se não todos, são completamente absurdos e a partir deste entendimento, ficamos mais seguros em nos arriscar por novos desafios.

B) Dissolvendo Temores com a Respiração

Um futuro brilhante começa em um momento presente pacífico e leve.

O estado de calma é indicado durante todo o processo. Se você se sentir ansioso ou amedrontado, faça o seguinte exercício até se sentir confortável.

– acomode-se confortavelmente;
– inspire profundamente;
– solte o ar pela boa vocalizando a vogal  “A”, exatamente como um suspiro.

Repita 3x ou quantas vezes for necessário até você sentir-se bem.

Luzes…câmera…Ação!

Agora é com você. Tome a decisão que você acha mais acertada pra você neste momento e entre em ação! Na pior das hipóteses você estará conhecendo a si mesmo – o que é na minha opinião, é condição fundamental para o sucesso no futuro, seja qual for a esfera da vida que estamos desenvolvendo.

Gostou de artigo? Deixe seu comentário me contando…

  • o que você achou deste artigo;
  • sugestões de temas;
  • conhecimentos que possam vir a contribuir com o tema;

E se quiser, compartilhe com seus amigos e me ajude a expandir estas informações!

Gratidão por me acompanhar até aqui.
Namastê.

Postado por Augusto Genehr

Augusto Genehr é Terapeuta Holístico, mestre em Reiki, Astrólogo, Instrutor de Yoga e Meditação. Há 8 anos se dedica profissionalmente a ajudar pessoas a se harmonizarem através do autoconhecimento.

  1. Mozer de Oliveira (Moisanieu) 13 de abril de 2017 em 13:06

    Olá Augusto, tudo bem? Mais um artigo maravilhoso e muito útil, caiu como uma luva pra mim! Muito obrigado por tudo que tens me ensinado, namastê!

    Responder

    1. Que bom que gostou, Mozer! É uma honra servir de instrutor para o seu autoconhecimento. Gratidão! 😉

      Responder

  2. Haniel Lucas (Hanilucas) 13 de abril de 2017 em 11:49

    Artigo muito bom, vou ler mais ainda de seu blog. Sua redação é excelente com tópicos frasais resumindo os parágrafos que vem em seguida, torna a leitura bem dinâmica e precisa, e isso facilita o aprendizado.

    Mas houve alguns erros de digitação, creio eu. Martin Luter KINK, por exemplo, e fiquei confunso num parágrafo que você escreveu “É a intensão” fiquei com dúvida, é intensão mesmo ou intenção?

    Fora isso, o artigo foi muito bom, até minha namorada leu.

    Responder

    1. Olá, Haniel! Gratidão pelo seu comentário. Que bom que gostou do texto. Os erros foram corrigidos. Paz profunda.

      Responder

  3. Lindo seu trabalho! Gratidão, Namastê!

    Responder

    1. Gratidão pelo seu comentário, Ive! Namastê =)

      Responder

  4. Obrigada, tenho aprendido muito.

    Responder

  5. Ótimo texto Reflete muito o que estou vivendo agora, o medo da mudança!
    Como sugestão de temas, poderia ser falado dos medos que nos tomam quase por completo 🙂

    Responder

  6. Achei o artigo e a meditação muito boa.

    Responder

  7. Regina Vogliotti 10 de abril de 2017 em 20:50

    Adorei Augusto! Estou vivendo um momento assim. Gratidão! !!

    Responder

    1. Olá, Regina! Que bom que gostou. Namastê! =)

      Responder

  8. Olá!! Adorei o artigo, gosto muito da maneira como você aborda os assuntos! Obrigada! 🙂

    Responder

    1. Bom saber, Kely! Gratidão pelo seu comentário. Fique em Paz.

      Responder

  9. Amei as dicas!

    Responder

  10. Muito obrigado por partilhar comigo. Gostei muito.

    Responder

    1. Satisfação, Lucia. Gratidão pelo seu comentário. 😉

      Responder

  11. Excelente, Augusto. Gratidão por compartilhar mensagens desta natureza.
    E também gostaria de ficar sabendo quando você for novamente aquelas sessões coletivas de cura através do som!!

    Responder

    1. Olá! Gratidão pelo comentário. Dia 08 de Junho em Lajeado/RS. 😉

      Responder

  12. Muito bom. Assunto de extrema importância. Obrigada por compartilhar.

    Responder

    1. Gratidão pelo comentário, Ligiane! Abraços.

      Responder

Deixe seu comentário aqui!