Propósito dos Relacionamentos: A base fundamental das relações saudáveis.

O propósito dos relacionamentos é um tema bastante comum dentro da esfera do autoconhecimento. É um assunto amplo. Neste artigo, meu objetivo é relembrar os benefícios de aliar aos relacionamentos um sentido claro de propósito.

Uma das grandes alegrias de ser humano é a possibilidade de se ter incontáveis relacionamentos. Falo aqui de todos os tipos de relacionamentos: familiares, conjugais, amizade e até mesmo relacionamentos com animais, plantas e demais seres da natureza.

Mas nem tudo são flores nesta história. Os relacionamentos podem ser também fonte de imensa desgraça. Podemos agredir ou ser agredidos, gerando sofrimento para ambas as partes. Não é raro existir relacionamentos doentios que de fato, seria melhor nem existirem.

“A vida é arte do encontro. Embora haja tanto desencontro pela vida.” Vinicius de Moraes

Diante deste dilema, chegamos a um questionamento: como podemos cultivar relacionamentos saudáveis, onde haja respeito e admiração mútuas? Como saber a hora de acabar um relacionamento que não precisa mais existir? Como recuperar um relacionamento desgastado pelo tempo mas que ainda pode dar bons frutos?

Leia este artigo até o final e descubra.

Acaso?

“Nenhum encontro é por acaso.”

Antes de tudo, precisamos ter em mente que ninguém passa na nossa vida por acaso. Não existe acaso. O Universo é regido por leis inabaláveis e por isso, tudo, absolutamente tudo, tem um propósito de existir.

Por isso, não importa se o relacionamento é com um ser humano, papagaio ou bicho de pelúcia, há um propósito de dois seres coexistirem na mesma realidade.

Que propósito é este? Não há respostas prontas, pois cada encontro é único assim como os seres que o compõe.

Propósito = motivo, razão, objetivo.

Acontece que nem sempre sabemos de fato que propósito é este. E é aqui que a  confusão começa.

O propósito dos relacionamentos é algo que nós mesmos precisamos definir. Você é o cocriador da sua realidade por isso você é que precisa definir o propósito dos seus relacionamentos.

O propósito dos relacionamentos pode mudar com o tempo. Ele não precisa ser fixo.

O que é se relacionar para você? O que você espera de um relacionamento?

Quando o propósito dos relacionamentos são imaturos tendem a gerar problemas no futuro.

Vamos supor que dois seres se apaixonam, casam e estabeleçam o propósito de viverem juntos até que a morte os separe. Tudo bem até aqui, certo?

Porém os anos vão passando e o relacionamento começa a ficar apagado, sem gosto ou brilho.

Espere um pouco. Viver juntos até que a morte os separe? Você acha que este é um propósito justo?

Com todo o respeito, eu acho que não. Como terapeuta, já atendi muitas pessoas que tinham relacionamentos catastróficos e não acabavam por que tinham assumido esta ideia de que eram obrigadas a ficarem juntas “até que a morte os separe.”.

Entenda que tudo na vida tem um início, meio e fim. Nada que existe como manifestação é eterno (apenas o espírito é imortal), logo, porque estabelecer um propósito possivelmente inalcançável logo de início?

Definindo um propósito justo.

Que tal definir que o propósito dos seus relacionamentos é a felicidade de ambas as partes? Que tal estabelecer que o propósito dos seus relacionamentos é o crescimento e evolução mútuas? Que tal estabelecer que o propósito dos seus relacionamentos é o amor incondicional, aquele não pede nada em troca?

Isto, querido(a) leitor(a), são exemplos de propósitos justos. São a garantia do sucesso de todos os seus relacionamentos, desde os profissionais até os afetivos, inclusive com o seu animal de estimação, se você o tiver. Sabe por que? Por que a partir do momento que estes propósitos são quebrados você tem duas opções.

  1. Consertar o relacionamento;
  2. Terminar o relacionamento e iniciar uma nova etapa na sua vida;

O propósito dos relacionamentos é uma âncora saudável.

Querida alma, nós não estamos aqui para ter uma vida aleatória, sem sentido e caótica. Nós não estamos aqui para viver relacionamentos sufocantes. Nós não estamos aqui para agredir ou ser agredidos.

Nós estamos aqui para ter uma vida magnífica. Você merece ser feliz. Você merece amar e ser amado(a). Você merece ter paz interior inabalável.

Você merece ter somente relacionamentos que te que estejam alinhados aos teus propósitos! Por isso a importância de definirmos qual é o propósito dos nossos relacionamentos.

Exercício prático

Agora é com você.

Qual o propósito dos seus relacionamentos?

Escreva em um papel tudo o que você deseja ancorar como características dos seus relacionamentos e use estas frases como guias na sua vida.

Qualquer relacionamento que sair destas diretrizes, por gentileza, não hesite em afastar da sua realidade. Uma vida só pode valer sua existência quando carregada por um grande sentido de propósito.

Se você gostou deste texto, por amor, compartilhe-o com seus amigos e deixe um comentário, logo abaixo.

Fique em paz. Divirta-se!

Namastê (O sagrado que há em mim saúda o sagrado que há em você)

 

Postado por Augusto Genehr

Augusto Genehr é Terapeuta Holístico, mestre em Reiki, Astrólogo, Instrutor de Yoga e Meditação. Há 8 anos se dedica profissionalmente a ajudar pessoas a se harmonizarem através do autoconhecimento.

  1. Saibas palavras! <3

    Responder

  2. Augusto! Quantas palavras lindas! Justiça, Amor, Propósito… neste exato momento passo por uma “crise” num dos meus relacionamentos, esse texto veio em boa hora, mesmo que o Sol já tenha saído de Libra! Namastê

    Responder

    1. Olá, Lívia! Gratidão pelo seu feedback. Fico feliz que as informações foram valiosas para você. O Sol ficará em Libra até 23.10. Vamos aproveitar! 😉

      Responder

  3. Muito obrigada. As vezes achamos que sabemos o que estamos fazendo, até ler um texto assim, que nos faz parar e refletir…Namastê.

    Responder

    1. Gratidão pelo feedback! Estamos todos reaprendendo a viver, todos os dias… essa é beleza da vida… Namastê

      Responder

  4. Excelente texto. Tbm penso que ninguém deve manter um relacionamento só por obrigação. Relacionamentos devem ser pautados no amor, na liberdade de viver a própria vida, no respeito mútuo entre as partes.

    Responder

    1. Feliz em saber que compartilhamos da mesma visão, Adelia! Namastê

      Responder

  5. È bem isso e acredito…temos que viver no AMOR…incondicional , e sempre em busca da felicidades ou estarmos nela…Gratidão…

    Responder

Deixe seu comentário aqui!