Noticiários televisivos são usinas de energia negativa.

Todos queremos um mundo de paz, certo?

Acontece que a única vibração que pode gerar a paz é a própria paz.

É assim que a lei da atração opera. Ela atrai para o seu campo vibracional mais daquela vibração que você está emitindo.

Sendo assim, como podemos viver em harmonia nos alimentando de energias negativas?

Vou usar como exemplo os tradicionais noticiários televisivos que são recheados de velhas vibrações negativas. Conflitos entre as nações, ameaças de guerras e desgraças em geral são a pauta principal destes programas.

Para mim, noticiários televisivos são usinas de energia negativa.

Por que? Por que estão presos a uma velha energia ligado ao medo. E medo só pode gerar mais medo.

Por experiência própria sei que a nível energético, o efeito dos noticiários televisivos na vibração do campo áurico é ruim.

É por isso que já fazem 10 anos que não assisto a estes programas. Minha vibração pessoal melhorou após deixar de assisti-los. Desde então, vivo com mais leveza e menos ansiedade. É por isto que estou compartilhando isto abertamente.

O meu desejo é que você use sua energia de forma criativa, amorosa e gratificante.

Quero incentivá-lo a cuidar do seu campo vibracional para que você tenha uma vida maravilhosa.

E a forma de isto se realizar é você se alimentar de energias positivas. Vibrações que te elevam, harmonizam e te fazem sentir bem.

Noticiários: reflita…

Você se sente bem após assistir noticiários televisivos?

Você se sente cheio de amor, entusiasmo e agradecimento após assistir aos noticiários?

Após assistir notícias negativas, você sente que pode fazer alguma coisa para mudar a situação ou apenas pensa “este mundo é mesmo uma desgraça, mesmo”.?

Se respondeu sim a estas perguntas, fico feliz por você.

Se respondeu não, fique tranquilo, a boa notícia é que não há nada que te obrigue a continuar assistindo.

Você é livre para deixá-los. Você é livre para fazer o que quiser, na verdade.

Sabe, uma justificativa recorrente para continuar ligado a estas vibrações densas é: “não posso me tornar um alienado e viver num conto de fadas. Eu quero ficar informado do que acontece no mundo!”

Ok. Sem julgamentos. Respeito a opinião de quem pensa assim (a maioria das pessoas que conheço). Mas discordo.

Discordo porque com a invenção da internet existem formas mais saudáveis de se ficar informado. A dica é selecionar bem seus canais de informação se quiser se alimentar de boas vibrações. E tem muita coisa boa por aí, é só procurar.

Sua energia é preciosa. Cuide bem dela. Alimente-se do que te faz bem.

E você, o que tem a dizer sobre este assunto? Deixe aí nos comentários, vou adorar saber!

Se quiser, compartilhe esta mensagem para mais pessoas cuidarem da sua saúde vibracional.

Desejo que a paz habite seu coração agora e para sempre.

Namastê.
Augusto Genehr

📢 P.S.: Baixo o e-book gratuito Manual Prático de Saúde Vibracional para e aprenda técnicas simples e eficazes para elevar ainda mais sua vibração pessoal. Acesse Aqui.

📢 P.S.2: Já viu os videos e meditações guiadas no Youtube? (Quero ver – link)

 

 

📢 Acompanhe o Saúde Vibracional no Instagram e Facebook.

 

Postado por Augusto Genehr

Augusto Genehr é Terapeuta Holístico, mestre em Reiki, Astrólogo, Instrutor de Yoga e Meditação. Há 8 anos se dedica profissionalmente a ajudar pessoas a se harmonizarem através do autoconhecimento.

  1. Augusto! Exatamente o que penso e faço. Parei há muito de assistir tv, evito, ao máximo, ler notícias ruins, e realmente tenho vivido muito melhor depois disso. Não me faz falta nenhuma saber o que aconteceu ou deixou de acontecer, quando é algo realmente importante as pessoas nos falam, não é mesmo?

    Responder

  2. Concordo plenamente com esta reflexão Augusto! somos aquilo que comemos, que se alimentamos, seja alimento físico, mental ou emocional. tem muita coisa boa acontecendo no mundo e canais, sites, blogs que noticiam isso. basta fugir dos canais tradicionais e horários nobres. Parabéns pela reflexão e texto. gratidão! Namastê

    Responder

    1. Olá, Katia! Gratidão pelo seu comentário. Fico feliz por estarmos na mesma sintonia. Namastê

      Responder

Seu comentário é muito importante! Gratidão.

%d blogueiros gostam disto: